Câmara Municipal traz Verão Musical dos Açores a Ponta Delgada

in Câmara Municipal de Ponta Delgada, Ago 2019 notícia online

Entre 4 a 9 de agosto, a iniciativa Verão Musical dos Açores chega a Ponta Delgada, com o patrocínio da Câmara Municipal.
Verão Musical dos Açores, realizado em parceria com o Conservatório Regional de Ponta Delgada, apresenta-se como uma atividade dinâmica e inovadora.
Vai contar com a atuação, em concertos, dos solistas da Camerata Atlântica e com a realização de atividades pedagógicas no Conservatório Regional de Ponta Delgada, as quais têm como objetivo proporcionar a toda a população um encontro direto com a música clássica.
Com o patrocínio da Câmara Municipal de Ponta Delgada, os concertos realizam-se na Igreja de Nossa Senhora das Candeias, freguesia da Candelária (4 de agosto), na Igreja de Todos-os-Santos, Colégio dos Jesuítas, na freguesia de São Sebastião (5 de agosto), e na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, freguesia de Ajuda da Bretanha (9 de agosto). Paralelamente, os solistas da Camerata Atlântica realizam masterclasses de violino, viola de arco, violoncelo, piano e orquestra de cordas no Conservatório Regional de Ponta Delgada, culminando as atividades com um concerto conjunto de professores e alunos no dia 9 de agosto.

Camerata Atlântica é um projeto musical idealizado pela violinista venezuelana Ana Beatriz Manzanilla, diretora artística, e é constituída por 11 instrumentistas profissionais de cordas. A Camerata tem a flexibilidade de poder ser alargada a uma formação mais ampla dependendo do repertório a executar.
Apresentou-se consecutivamente com grande sucesso nos Dias da Música desde 2014 no Centro Cultural de Belém, no Festival Internacional de Música de Leiria, no Festival de Música de Ourique, no Festival Experience da Universidade de Lisboa, no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian no âmbito dos Prémios Jovens Músicos 2014, no Festival Jardim de Verão da Fundação Gulbenkian e Natal em Lisboa da EGEAC em 2017 e 2018.Em 2016 foi selecionada pela Antena 2 para interpretar “Fuga para a América Latina” no encerramento da série especial da União Europeia de Rádios intitulada “A influência da América Latina”, com posterior transmissão na Alemanha, Bulgária, Croácia, Espanha, Grécia, Hungria, República Checa e Roménia. Em 2017 atuou na programação oficial de Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura, realizou concertos em Espanha e editou o seu primeiro CD intitulado “Fuga para a América Latina”.
Ana Beatriz Manzanilla, violinista venezuelana, é membro da Orquestra Gulbenkian desde 1996. Fundadora e diretora artística da Camerata Atlântica e do Concurso Nacional de Cordas Vasco Barbosa, é também professora de violino na Escola Superior de Música de Lisboa. Formada no El Sistema de Orquestras Juvenis da Venezuela, estudou também na Alemanha e na European Mozart Academy, em Cracóvia (Polónia). Apresentou-se em concertos na Colômbia, Argentina, Costa Rica, Espanha, Itália, Inglaterra, Alemanha, Polónia, Hungria, República Checa e Bélgica.
João Viera de Andrade, violinista nascido em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, estudou na Academia de Música da Ribeira Grande e no Conservatório Regional de Ponta Delgada. Posteriormente estudou em Lisboa diplomando-se pela Academia Nacional Superior de Orquestra. É elemento fundador da Camerata Atlântica. Desde Setembro de 2014, é professor de violino da Escola de Música do Colégio Moderno, em Lisboa.

Por seu lado, Pedro Saglimbeni Muñoz, violetista nascido na Venezuela, estudou no Sistema da Orquestra Nacional Juvenil da Venezuela, na Alemanha e na Polónia na “European Mozart Academy” de Cracóvia. Desde o ano 1996 reside em Portugal. Atuou como solista em diversos países da Europa e da América Latina. Atualmente é solista da Orquestra Sinfónica Portuguesa e leciona na Escola Superior de Música de Lisboa. É fundador da Camerata Atlântica.
Entretanto, Jeremy Lake é um violoncelista inglês residente em Portugal, elemento da Orquestra Gulbenkian. Tem participado em diversos agrupamentos através de numerosos concertos pelo país. Desde a sua fundação é violoncelista da Camerata Atlântica. Realizou estudos no Royal College of Music em Londres. Foi ainda violoncelo solo da Orquestra Metropolitana de Lisboa, e professor na Academia Nacional Superior de Orquestra.
Por último, João Bettencourt da Câmara, pianista nascido em Lisboa em 1988, estudou Piano no Conservatório Nacional e foi premiado em diversos concursos em Portugal e Espanha. Estudou no Royal College of Music em Londres. Tem atuado no Estados Unidos da América, Inglaterra, França, Espanha e Venezuela. Desde 2013, é docente de Piano na Universidade de Aveiro, estabelecimento de ensino superior onde recentemente concluiu com grande sucesso o Doutoramento.

veja também

Professora da ESML Ana Beatriz Manzanilla premiada pelo IPL

in Escola Superior de Música de Lisboa, Jun 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *